O que eu tenho a ver com MISSÕES?

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém (Mt 28.19-20). Antes de respondermos ao tema da mensagem, precisamos lembrar do amor de Deus e quem somos diante Dele.

 

http://www.youtube.com/watch?v=3hbi_x23wYk

 

O amor de Deus

As Escrituras Sagradas nos revelam a universalidade do pecado. A natureza humana é decaída e totalmente depravada. Todos nós nascemos corrompidos pelo pecado. Significa que a nossa natureza sempre nos convence a fazer o que não agrada a Deus. Por esse motivo, não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque (Ec 7:20). Quando fazemos alguma coisa sem ter como objetivo principal a Glória de Deus demonstramos essa natureza. Se continuarmos nessa situação, o nosso fim será a morte eterna. Pois, o salário do pecado é a morte (Rm 6.23).

Mas, Deus enviou o seu único filho para morrer em nosso lugar e com isso nos livrar da morte eterna. Não merecíamos, mas Deus nos amou. E por isso, Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Rm 5.8). No momento em que a graça (dom imerecido) salvadora de Deus nos alcança temos forças para resistir ao pecado, porque não somos mais guiados pela natureza humana, mas pelo Espírito de Deus. Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus (1Jo 3:9). Mas, o que isso significa?

Veja o vídeo abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=KUCClEXCZCo

 

Imagine que eu acabei de sofrer esse acidente, no entanto consegui chegar há 30min e terminar de escrever essa mensagem! Pela lógica você diria: “O Paulo é doido!” ou “O Paulo está mentindo!”, não é verdade? Pois, como poderia terminar de escrever depois de um acidente como esse? No mínimo eu estaria todo quebrado, completamente diferente de uma pessoa com plena saúde para escrever. Se você concorda comigo, então me responda: O que é mais forte? Um encontro com esse trêm ou um encontro com Deus?

O amor de Deus é infinitamente grande ao ponto de nos transformar completamente. Por isso, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (2Co5.17). Nos arrependemos dos nossos pecados e cremos que Jesus é o filho de Deus. Não somos mais escravos do pecado. Temos agora capacidade para fugir do pecado e agradar a Deus. E assim como Ele nos amou, podemos amar aos outros, inclusive nossso inimigos!

Amados, a melhor e a maior forma de demonstrarmos esse amor que recebemos e que nos transformou, é através de missões! Assim como Deus enviou o seu Filho até nós para nos salvar, Deus quer nos usar para irmos até os perdidos para salvá-los!Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo(Jo 17.18). Jesus enviou seus discípulos. E nós? Também não somos discípulos de Jesus?

 

As dificuldades

Todos nós que somos salvos em Cristo sofremos tribulações e, muitas vezes, passamos por dificuldades para obedecer a Palavra de Deus. Ser crente não é fácil. Samuel, Jeremias e Davi, por exemplo, foram jovens que, também, enfrentaram muitas tribulações. O apóstolo Paulo também teve dificuldades, mesmo assim não desistiu, e disse: Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo,…. fique num só espírito, lutando unânimes pela fé do evangelho, sem de forma alguma deixar-se intimidar por aqueles que se opõem a vocês. Para eles isso é sinal de destruição, mas para vocês, de salvação, e isso da parte de Deus; pois a vocês foi dado o privilégio de não apenas crer em Cristo, mas também de sofrer por ele, já que estão passando pelo mesmo combate que me viram enfrentar e agora ouvem que ainda enfrento.”(Fp 1.27-29)

Falar é fácil, mas na prática a história é outra! Não é verdade? Será que estamos agindo igual a Kat ou somos piores? Por que às vezes estamos tão ligados em fazer o que a Palavra de Deus nos orienta, mas em outros momentos não? Parece que tudo fica confuso e temos a impressão que a nossa fé se foi…

Vejamos o que diz a Palavra do Senhor:Quando estamos unidos com Cristo Jesus, não faz diferença nenhuma estar ou não estar circuncidado. O que importa é a fé que age por meio do amor. Vocês estavam indo tão bem! Quem convenceu vocês a deixarem de seguir a verdade?É claro que quem os convenceu não foi Deus, que os chamou. Como dizem por aí: “Um pouco de fermento fermenta toda a massa (Gl 5.6-9).

Percebemos que a tradição judaica estava fazendo com que os cristãos perdessem o foco. Eles não estavam mais sendo guiados pela fé. O amor não estava mais sendo praticado. Fica claro, também, que não era Deus que estava convencendo-os a deixar a fé! Um pouco de “fermento” prejudicou muito! Ou seja, coisas, mesmo pequenas, contrárias à vontade de Deus podem prejudicar nossa fé. E hoje? O que está nos atrapalhando?… Filmes que não edificam? Pornografia? Jogos de violência? Conversar mentirosas nos MSN/Orkut/FaceBook ? Falta de respeito com os pais? Namoros impróprios? “Ficas”? O que seria?

 

O quanto conhecemos a Deus?

Podemos achar que a nossa falta de atitude para fazer a obra de Deus, inclusive missões, esta relacionada às nossas limitações e às dificuldades do dia a dia… então começamos a inventar diversas desculpas para não fazer isso ou aquilo, assim com Kat fez. Amados, a questão central da nossa falta de atitude não está relacionada as nossas limitações ou dificuldades! Está relacionada ao tempo que “gastamos” para conhecermos o nosso Deus. Quanto tempo estudamos sua Palavra? Quanto tempo oramos? Ai está a resposta…

Se quiermos superar as dificuldades e fazer missões, precisamos “gastar” mais tempo com Deus, estudar mais a sua Palavra e orar mais! Precisamos conhecer mais o Deus da nossa salvação! Quando estivermos mergulhados na Palavra de Deus e esta controlar todas as nossas atitudes, pensamentos, emoções, todo o nosso ser… então seremos cheios do Espírito Santo! Teremos poder de Deus para: fugir do pecado, buscar santificação, agradar a Deus, e fazer MISSÕES! Então, o que eu tenho a ver com MISSÕES? Se somos salvos, temos tudo a ver! Amados, só podemos dar o que temos. Se um dia experimentamos a graça de Deus, e recebemos o seu amor, então esse amor que recebemos nos impulsionará para fazer missões.

 

Desafios …

-Colocar uma mensagem evangelística no MSN, GTALK, tc..

-Utilizar o Orkut: a) Colocar mensagens evangelisticas na “Mini Fazenda” dos outros / b) Utilizar o PROMOVA para divulgar a Palavra de Deus

-Para quem é universitário, procurar a ABU – Aliança Bíblica Universitária (http://www.abub.org.br/).

-Participar da Madrugada do Carinho (www.ibct.org.br)/ GIPER (www.pibguara.org.br)

-Participar do TRANSDF ( http://www.projetoradicaldf.com.br/)

-Participe da Junta de Missões (http://www.jmn.org.br/)

-Visitar hospitas, instituições, casas de recuperação, etc. (principalemente em datas comemorativas)

-Fazer um grupo de estudo (1h no máximo) no trabalho/universidade/cursinho para os não-crentes.

-Convide os não-crentes para virem a Igreja. Se necessário leve-os pessoalmente ao culto.

-Escreva sobre Deus. Montem um blog! Estude e escreva! Divulgue a Palavra.

-Trazer as pessoas que estão nas ruas para a EBD. Tenhamos uma classe especial para os moradores de rua. Nós, jovens, podemos ajudar nessa classe!

 

Mensagem pregada no dia 20/03/2010 no culto jovem da IBCT (www.ibct.org.br)

Comentários