O início…

posted in: Reflexões em Atos | 0
Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Foi Lucas quem escreveu Atos? Afirma a tradição unanimemente que ele o escreveu. Provavelmente entre 60 e 75 d.c. Além disso existem fortes evidências de o autor ser Lucas. Por exemplo: 1. O estilo de escrita é o mesmo tanto em Atos como no Evangelho segundo escreveu Lucas. Em ambos os livros existem um uso suficiente de linguagem médica;1 2. As passagens “nós” em At 16.9-18, 20.5-21.18, 27.1-28.16) provam que autor do livro de Atos era o companheiro do apóstolo Paulo, que afirma Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. 2Tm 4.11. Acredita-se que várias partes do livro foram ditadas por Pedro e Paulo, além das experiências pessoais do próprio autor. Portanto, neste estudo consideraremos Lucas como o autor legítimo do livro.

(Lucas 1:1 a 4) – “Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado.”

O propósito de Atos é mostrar tudo quanto Jesus “começou a fazer e a ensinar”. Podemos perceber que os ensinamentos de Jesus foram aprendidos e seguidos pelos apóstolos. Todo movimento tende a enfraquecer ou ao fracasso quando o seu líder morre. Os líderes da época acreditavam que isso aconteceria com o cristianismo. Mas, estavam enganados. Pois o cristianismo não esta fundamentado em forças humanas, mas no poder do Espírito Santo. Por isso, “a chave do livro encontra-se em 1:8”. Aos apóstolos foi dito que receberiam poder quando o Espírito Santo viesse sobre eles e, nesse poder eles sairiam por todo o mundo, como testemunhas de Jesus. Até hoje somos testemunhas do cumprimento dessa promessa.

Prosseguiriam o ensino e as obras de Jesus. Seria como Jesus havia dito: “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita” (Lucas 10:16). Cumpre-se o que Jesus havia prometido em Lucas 6:40 — que o discípulo seria como seu mestre.”2

Lucas abordou diversos temas: o cumprimento profético do nascimento da Igreja, a compatibilidade entre a igreja e o estado e a exclusão dos judeus da salvação em Cristo por causa de sua persistente hostilidade contra o evangelho são alguns dos temas encontrados.

Vale a pena fazermos algumas observações comparando com os dias de hoje:

1ª) É melhor um amigo do que um grande tesouro, diz o ditado. Sem a amizade fiel de Lucas por Pedro e Paulo, além da maravilhosa inspiração de Espírito Santo, jamais conheceríamos essa história. Nas piores situações de nossas vidas, Deus não costuma enviar anjos e nem vir pessoalmente nos consolar. Ele envia um amigo. “O amigo ama sempre e na desgraça ele se torna um irmão.” (Pv 17.17). Paulo experimentou isso: “Somente Lucas está comigo.” (2 Tm 4.11).

E você??? Tem amigos??? Salomão disse que “algumas amizades não duram nada, mas um verdadeiro amigo é mais chegado que um irmão.” (Pv 18.24). Você é daqueles que só falam “oi, tudo bem?” Ou você realmente se interessa pelas pessoas??? É possível encontrar um amigo fiel nos dias de hoje??? Esse(a) poderia ser você???

 

2ª) O poder de Deus que deu forças para a pregação do evangelho e para fugir do pecado em atos 1.8 ainda é atual. Você tem experimentado isso na sua vida? Você tem tido forças em Deus para fugir do pecado e pregar a Palavra de Salvação???

O que você está fazendo hoje???

Por que não fazer como nós e também tentar difundir o evangelho de Cristo Jesus através da internet ou outros meios???

 

Pense nisso… Até a próxima e que Deus o abençoe ricamente!!!!! 

 

Notas


1. BEACON, Comentário Bíblico. Rio de Janeiro: Editora CPAD, 2006.

2. WILLIAMS, David J. Novo Comentário Bíblico Contemporâneo – Atos. São Paulo: Editora Vida, 1996.

3. HALE, Broadus David. Introdução ao estudo do Novo Testamento. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações, 1983.

Related Post

Comentários