Ultimo Apóstolo (I)

posted in: Apologética | 0
Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page
  • Ser do sexo masculino (At 1.21-23); 
  • Ter vivido no período compreendido entre o dia em que Jesus foi batizado por João Batista (Mc 1.9) até o dia em que Jesus subiu aos céus (At 1.1-9);
  • Ter visto ao Senhor Jesus Cristo na forma humana ou depois da ressurreição. (1Co 9.1; 1Co 15.6-8);
  • Manifestar com toda a paciência para qualquer pessoa, sinais, prodígios e maravilhas. (2Co 12.12).

  
 

O Apóstolo Paulo com clareza disse (1Co 15.6-8): 

  • Jesus foi visto por Cefas, e depois pelos doze.

  • Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.

  • Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.

  • E por derradeiro (por último) de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.

   

Como diria o pregador e estudioso das escrituras, M. Lloyd Jones:

Portanto, a expressão “depois de todos” – significa depois de todos os apóstolos. Mas ele não foi apenas o último dos apóstolos; ele foi literalmente a ÚLTIMA PESSOA, a ÚLTIMA DE TODAS, a ver o Senhor redivivo. Ninguém mais viu a olhos nus o Senhor ressuscitado desde que o apóstolo Paulo O viu no caminho de Damasco… ele foi, deveras, o ÚLTIMO DE TODOS…” (citação tirada do site http://www.josemarbessa.com/).

 

Portanto amados, hoje em dia não existe mais apóstolo. Fiquemos em alerta e em oração para não sermos enganados pelos falsos mestres!

 

Comentários