4 Dicas para identificar um namoro sério

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

namoradosExistem muitas histórias que explicam a origem do Dia dos Namorados. A mais conhecida nos conta que, no século III, um cristão chamado Valentim resolveu desobedecer as ordens do Imperador Cláudio II, que, naquela época, proibiu casamentos por achar que homens solteiros seriam melhores soldados.

Valentim resolveu realizar casamentos clandestinamente. Resultado: foi condenado à morte. Na prisão, ele começou a paquerar uma jovem (filha do carcereiro) e manteve um romance secreto até o ano 270, quando foi decapitado. Como o “santo Valentim” não pertence à cultura brasileira, seu nome foi substituído pela palavra “namorado”.

Essa história nos mostra que as condições adversas, não o impediram de se apaixonar e namorar! Até sua morte, ele manteve o namoro com a jovem. No entanto, agora no século XXI muita coisa mudou. Uns consideram o namoro como se fosse casamento. Outros como se fosse um tipo de “passatempo”, e ainda existem os defensores do famoso ficano qual geralmente uma pessoa pode ficar com mais de uma pessoa até em único dia.  Em outras palavras, está cada vez mais raro namoros onde se valoriza um parceiro fixo e compromisso sério.

Apesar disso, acredito que ainda existem pessoas buscando um relacionamento sério, onde o compromisso entre duas pessoas ainda é valorizado. Dessa forma, sugiro que você observe alguns princípios bíblicos que podem ajudá-lo(a) a identificar se o seu namoro é sério ou não.

 

 

DICAS

1. Amizade desde o início

Num primeiro momento pode parecer meio estranho essa primeira dica, mas explico melhor. A bíblia nos fala que todos nós nascemos distantes de Deus.  No entanto, Deus nos amou e enviou seu Filho Jesus para nos perdoar, salvar e reconciliar com Ele. Após essa reconciliação, a pessoa que crê em Jesus passar a ter um relacionamento de amizade eterna com Deus.

Esse mesmo princípio pode ser aplicado ao namoro. Conheço histórias de pessoas que se odiavam no início, mas algo aconteceu que passaram a ser amigos, se gostaram, namoraram e casaram. O que quero dizer com isso? Sejam amigos antes de começarem a namorar, isso ajudará no namoro e também no casamento. Um relacionamento duradouro tem mais chances de acontecer se iniciar com uma amizade.

Normalmente temos liberdade com nossos amigos, mostramos quem realmente somos. Mas, com quem não temos intimidade, somos tentados a mostrar uma coisa que não somos para atrair a atenção do outro. Ao fazermos isso, podemos nos acostumar a viver uma mentira e um relacionamento não resiste a mentiras. Portanto, procure um(a) amigo(a) que possa ser sua namorado(a) e não um(a) namorado(a) que talvez seja amigo(a).

2. Amor incondicional

Na pós-modernidade, dependendo da pessoa e da situação, um amor incondicional pode ter vários significados. Mas, convido você a conhecer o significado bíblico. A bíblia nos conta que Deus amou o mundo de tal maneira que DEU seu único Filho para morrer em nosso lugar (João 3.16). O princípio aqui é que Deus resolveu nos amar sem que nós merecêssemos. Ele nos deu o que era mais precioso para Ele para que pudéssemos um dia sermos perdoados e adotados como seus filhos. Deus está interessado em ter um relacionamento eterno conosco.

Então, quando vivemos um relacionamento de amor incondicional temos o desejo de cuidar, amar, dar carinho, sem que a outra parte faça algo para merecer isso. O amor incondicional busca a felicidade do outro ao invés da sua própria alegria. Procura dar sempre o seu melhor, sem exigir nada em troca, para ajudar e fazer feliz a outra pessoa. Por exemplo, às vezes após uma briga normal de casal, uma pessoa que ama incondicionalmente é capaz de ser humilde o suficiente para buscar reconciliação, mesmo não sendo o culpado pela briga. Isso traz paz e alegria para todos!

Contudo, fique alerta como supostas manifestações de amor em curto espaço de tempo! Esse tipo de amor não nasce do nada, mas se desenvolve com o tempo e através de atitudes. Portanto, leva tempo.

3. Compromisso que envolve autonegação

A bíblia nos conta que Jesus, mesmo sendo Deus, preferiu experimentar a morte em nosso lugar. Ele negou a si mesmo, e sofreu por nós (foi cuspido, caluniado, crucificado e morto – Isaías 53) para que todo aquele que cresse Nele fosse beneficiado com a vida eterna. Como resultado, tais pessoas serão gratas e permanecerão para sempre comprometidas com Jesus.

No namoro podemos encontrar o mesmo princípio. Quando você achar uma pessoa que tenha coragem de sofrer por você, e você por ela, então é um sinal de que esse compromisso pode ser duradouro. Por que? Porque quando agimos assim, não colocamos obstáculos para amar, e nosso interesse maior passa a ser fazer o bem. É gratificante ter um relacionamento comprometido e duradouro com uma pessoa bondosa!!

Agora, se seu namorado(a) só pensa em si mesmo e não dá a minha importância para o namoro, só quer se aproveitar de você, é infiel, bruto(a), não faz questão de estar perto e ajudar quando precisa, fique alerta! Talvez não haja compromisso, mas somente algum tipo de interesse passageiro.

4. Sexo seguro

A bíblia nos conta que Deus criou o primeiro casamento (Adão e Eva) e após isso eles tiveram prazer sexual. Não foi um casamento tão luxuoso assim, mas casaram. O fato de Deus ter tirado uma das costelas de Adão para fazer sua esposa Eva, nos conta que eles estariam fortemente ligados, comprometidos. Ou seja, o relacionamento entre Adão e Eva era sério. Um dos princípios que podemos extrair daqui é que o sexo deve ser fruto de um compromisso estabelecido de fato.

Baseado nesse princípio, não dê um passo tão fundo no seu namoro antes de ter certeza de que você está num relacionamento sério. E na boa, só tem uma forma de saber se seu namoro é passageiro ou não, é depois de casar. Pois, quem esta disposto a casar, também deseja ficar com você para sempre ou até que a morte os separe! Casamento baseado nesse princípio, impedirá que você se envolva em “aventuras”. Portanto, fora do casamento o sexo pode ser um meio de você perder sua virgindade com alguém que não te ama de verdade, a transmissão de doenças sexuais, e outras complicações. Então, deixe para aprofundar seu relacionamento somente depois de casar. Pois, o sexo só é seguro dentro do casamento!

Sei que esse princípio pode gerar discussão, por isso quero deixar claro que, como cristão não concordo com sexo fora do casamento, principalmente porque Deus não aprova. Mas, também não posso negar que existem casais que praticam sexo no namoro e mesmo assim possuem um relacionamento sério.

No entanto, gostaria de dar uma notícia que pode ser chocante para você: um namoro para existir e ser bom, não precisa de sexo! Quando existe amor incondicional, o sexo não ser torna fundamental para iniciar e muito menos para continuar um namoro.

 

Conclusão

Com certeza existem muitas outras orientações que poderiam ser mencionadas, deixaremos para uma próxima oportunidade. Esperamos que essas dicas sejam úteis para você que está buscando um relacionamento sério ou que pretende fortalecer seu namoro e torná-lo duradouro. Cremos também que se esses princípios forem observados no namoro, eles poderão existir com mais naturalidade no casamento. Caso você queira conhecer mais sobre Jesus e como a fé Nele pode mudar sua vida e relacionamentos, entre em contato conosco. Será um prazer ajudar você.

Em Cristo,

Paulo Corrêa

 

Fonte:

1- Bíblia NVI

2- As origens históricas do Dia dos Namorados

3- Ficar ou namorar?

Related Post

Comentários