Estevão, um exemplo a ser seguido…

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

exemplo2

“…cheio de fé e de poder… ” At 6.8

Por Elias Silvio

Na continuação dos capítulos VI e VII do livro de Atos, o grande destaque  é um “jovem cheio de fé e de poder, que fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. Seu nome era Estêvão.” At 6.8.

 

Estevão foi um dos jovens helenistas, escolhido para cuidar dos necessitados da igreja primitiva.  

Ele foi além do seu chamado como diácono, atuando também como evangelista nas sinagogas frequentadas por judeus helenistas.

 

Demonstrava uma sabedoria incomum diante de seus compatriotas, por ser cheio do Espírito Santo. No seu sermão fica perceptível o quanto ele se dedicava ao estudo das escrituras.

 

Ao ler mais sobre Estevão notamos uma semelhança com alguém muito especial: Jesus Cristo. Rapidamente, olhando para os capítulos 6 e 7 descobrimos o quanto ele parecia com Jesus. Vejamos:

 

1) “jovem cheio de fé e de poder, que fazia prodígios e grandes sinais entre o povo..” At 6.8;

2) E não podiam resistir à sabedoria, e ao Espírito com que falava. At 6.10;

3) Foi acusado injustamente por seus pares; At 6.11-14

4) Pediu para que o Senhor  recebesse o seu espírito; At 7.59

5) Pediu ao Senhor que não lhes imputasse aquele pecado. At 7.60

 

Impressionante como em tão pouco tempo ele amadureceu espiritualmente. Uma excelente imitação de Cristo. É um grande exemplo para nós!

 

A sua desenvoltura e dinamismo na transmissão do Evangelho despertou a inimizade da elite religiosa judaica. Antes fariseus, saduceus e outros não perseguiram a igreja primitiva por causa da simpatia do povo. Após a mensagem de Estevão, que tocou em pontos sensíveis para os judeus, como Moisés e principalmente o templo, as coisas mudaram. At 6.13-14.

 

Como eram cegos os líderes judeus! Acusaram Estevão de falar contra Moisés e a lei, mas não foram capazes de associar a glória de Deus vista em Moisés com a aparência de anjo que refletia o rosto de  Estevão. At 6.15.

 

Lamentavelmente, Estevão morreu de uma forma muito cruel. As pessoas ficaram irracionais. Até rangiam os dentes e taparam os ouvidos. Estavam dispostas a derramar toda a sua fúria contra ele e logo após, contra a Igreja.

 

Apesar de toda essa crueldade, Estevão morreu em paz. Viu a glória de Deus e o seu Senhor que o esperava de pé à direita de Deus. At 7.56.

 

Fica a pergunta: ainda existem cristãos assim? Porque não vemos jovens assim?

 

Acredito que existam vários Estevão por aí, dispostos a dar a sua vida pelo Evangelho, como vemos em países tomados pelo estado islâmico, por exemplo. O difícil é conhecê-los no dia-a-dia.

 

Estevão foi doutrinado e orientado pelos apóstolos, ou seja, recebeu a mensagem pura do evangelho.

 

Sabemos que hoje, muitas vezes, a mensagem é adulterada para que possa agradar aos  seus ouvintes. Muitas igrejas contemporâneas associaram-se à modernidade do marketing, à cobiça pela riqueza e ao poder político. Igrejas locais competem entre si por destaque social.

 

Sendo assim, a mensagem perde a importância. Ao invés de despertar a indignação daqueles que não amam a Deus, várias igrejas os convidam para seus púlpitos e são corrompidas por suas práticas maldosas.

 

Nossos jovens são incentivados a estudarem para que tenham diplomas teológicos, quando deveriam ser incentivados a aprenderem, a fim de pregar o Evangelho puro e simples.

 

Podemos rever esses conceitos equivocados!!!

 

Ensinar nossos jovens o verdadeiro Evangelho, livre dos adicionais liberais ou da teologia da prosperidade. Incentivá-los a estudar as Escrituras para que possam manusear bem a palavra da Verdade, independente do seu sucesso eclesiástico ou financeiro.

 

Se estivermos dispostos a suportar toda adversidade, seremos confiantes que o inferno jamais prevalecerá contra a Igreja do Deus Vivo.

 

Assim como você e eu, nossos jovens foram escolhidos por Deus para levarem a Sua palavra e permanecerem fiéis e inabaláveis diante dos inimigos e das dificuldades que encontrarem no caminho.

 

Não desista!!! Pegue sua cruz e siga o Mestre!!! Mesmo que as pessoas sejam cruéis e pratiquem todo tipo de maldade contra você.

 

Cristo nos espera de pé à direita de Deus para passarmos a eternidade juntos!!! Vale à pena!!!

 

Pense nisso!!!

 

Até a próxima!!!

 

Deus o abençoe!!!

                                                                                                              

Notas

1. J. Williams, David. Atos, Novo Comentário Bíblico Contemporâneo. São Paulo: Editora Vida, 1985.

2. H. Gundry Robert. Panorama do Novo Testamento. São Paulo: Edições Vida Nova, 1978.

3. Craig S. Keener. Comentário Bíblico Atos, Novo Testamento. São Paulo: Editora Atos, 2004.

Related Post

Comentários